Shakes emagrecedores

Shakes

Na tentativa de perder peso, muitas pessoas já fizeram ou fazem o uso de shakes.

Em suas propagandas, os shakes alegam serem balanceados nutricionalmente, ricos em fibras, proteínas, carboidratos e vitaminas.

Quando foi que um shake se tornou mais saudável que uma alimentação equilibrada? Será que de fato suprem o nosso organismo?
Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, constatou que os shakes apresentam desequilibrio nutricional. Segundo a entidade, os shakes apresentam excesso de proteína e carboidrato, mas quase nenhuma gordura, nutriente essencial para absorção de vitaminas.

O adequado é que uma pessoa adulta consuma uma média de 2 mil calorias por dia. Com o uso de shakes o teor calórico que se consome é muito abaixo. Um copo de shake tem entre 100 kcal e 250 kcal. A pessoa come metade ou menos ainda do total que deveria ter consumido para manter um peso saudável.  É obvio que uma pessoa que faz uma restrição calórica desse tipo vai emagrecer. Mas o que adianta emagrecer e danificar o organismo?

“Emagrecer consiste em se livrar dos conceitos errados.”

Métodos que levam ao emagrecimento rápido são ineficazes a longo prazo e trazem risco à saúde.
Coma comida de verdade, não substitua as refeições por shakes industrializados que contém aditivos químicos, corantes e aromatizantes.

Procure um profissional nutricionista e emagreça de forma saudável. Não se influencie por propagandas, não se inspire nos casos de “sucesso” de pessoas que usaram shakes e não se deixe levar por modismos de emagrecimento. 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *